Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘vazando’ Category

o que é o capricho

Para quem me acompanha via twitter, já sabe que o pinga-pinga do banheiro entrou na fase de tapa-buracos. Já se foi o gesseiro – que deixou a casa todinha branca… – e agora estou com o pintor.
O Ari.
Super educado e gente boa. Não conhecia. Foi indicação do Jacaré, o encanador.
Mas tenho que me render ao capricho do seu trabalho.
Ontem, com uma paciência estóica, revestiu os dois banheiros com jornal antes de começar a pintar e teve a delicadeza de cobrir um por um os adesivos do banheiro do pequeno.
Palmas para o Ari. Não é todos os dias que encontramos um profissional assim.

os adesivos super preservados (embaixo das faixas de jornal no meio da parede)

isto é que é ler no banheiro ;-)

Beijoca!

Anúncios

Read Full Post »

o que é o capricho

Para quem me acompanha via twitter, já sabe que o pinga-pinga do banheiro entrou na fase de tapa-buracos. Já se foi o gesseiro – que deixou a casa todinha branca… – e agora estou com o pintor.
O Ari.
Super educado e gente boa. Não conhecia. Foi indicação do Jacaré, o encanador.
Mas tenho que me render ao capricho do seu trabalho.
Ontem, com uma paciência estóica, revestiu os dois banheiros com jornal antes de começar a pintar e teve a delicadeza de cobrir um por um os adesivos do banheiro do pequeno.
Palmas para o Ari. Não é todos os dias que encontramos um profissional assim.

os adesivos super preservados (embaixo das faixas de jornal no meio da parede)

isto é que é ler no banheiro ;-)

Beijoca!

Read Full Post »

queijo suíço…

…ou eu caí no conto do encanador.

Há quase 3 semanas mostrei os primeiros buracos no teto do meu banheiro.
O que aconteceu neste meio tempo?

olha só como eu cresci!
é o mesmo? Não este é o do outro banheiro. Ou melhor, os buracoS do outro banheiro.
“Miraculosamente” os buracos aumentaram, a água agora cai constantemente a ponto de encher uma bacia por noite neste cômodo além de uma propagação de buracos – e pingos – para outro banheiro meu. Não é fantástico?
A poesia de um único pingo d´água caindo na bacia (foto1) e de muitos (foto 2).
Detalhe: toda esta água caiu em somente 10 horas. O pano na bacia é para tentar minimizar o barulho de “pin, pin, pin,…” durante a noite…

Quando os primeiros sinais de umidade apareceram e assim que constatamos que o problema não estava sob meu IPTU, contatei meu vizinho de cima para resolvermos tudo de forma conjunta e correta.
Sinais de que a vaca caminhava na direção do brejo:

1. Batente descolando da porta (e porta fora de esquadro) 2. Umidade sob os ajulezos 3. Bolhas pelo lado de fora da parede
Infelizmente caímos na mão de um encanador-enrolão.
Em quase 3 semanas este senhor só conseguiu aumentar meu problema, deixando meus tetos abertos como uma porta estendida com tapete vermelho para a entrada cheiro de esgoto nos dois banheiros enquanto que no andar superior – causa da minha cachoeira – ele apenas rejuntou o vaso sanitário e o bidê e tirou uns cabelos do ralo. Não é de matar?
Eu já tinha sentido um cheiro ruim – desta vez no sentido figurado – quando mostrei a planta de hidráulica do apartamento e percebi que ele não sabia interpretá-la. Mas dei um voto de confiança pois o senhor poderia não ser um técnico, mas ter uma grande bagagem experimental que o habilitasse para a execução do trabalho. Ledo engano.
O pior é que não é má vontade do meu vizinho – ele é uma ótima pessoa e está super interessado em resolver o problema – o ponto é que ele nunca está no apartamento para pressionar o tal encanador.
Veja como é a lógica invertida: como o senhor-enrolão é pago pelo meu vizinho, ele não quer disturbar sua fonte pagadora com medo de que seus honorários sejam reduzidos.
Além disto, o digníssimo senhor encanador faz preços de acordo com a cara da pessoa deixando explícito que ” se for para você o preço é X, se for do vizinho o preço é Y, se for problema do condomínio, vocês não precisam se preocupar!” Como se as contas do condomínio não fossem divisões entre os moradores e não caíssem no meu bolso também – fico para morrer com isto.
Tenho tudo comprovado em números. Para fechar o teto de um dos banheiros senhor-enrolador pediu R$ 700,00. Tive outro orçamento, de uma pessoa que já conheço e garanto a qualidade, por R$ 300,00. Isto mesmo: MENOS DA METADE.
Para tentar solucionar o problema, adotei o apartamento do vizinho como se fosse meu, afinal o xixi dele cai sobre a minha cabeça -literalmente – e precisamos de pulso e “olho do dono engordando o porco”.
Bem, nem preciso contar que este enganador – ôps -pseudo-encanador, já foi bingado da história.
Depois de 4 orçamentos com diferentes encanadores que consumiram meu tempo e minha paciência na semana passada, fechamos com um.
Meu sexto sentido gostou dele e acenou com a cabeça.
Amanhã ele começa. Prometeu “botar prá quebrar”. Literalmente.
Tenho fé.
Preciso mesmo.
Caso contrário, saio correndo e gritando pela rua.
Se gostam deste blog, desejem-me sorte.
Se não gostam, desejem sorte também. Não fará mal à vocês nem à ninguém.
Beijoca.

Read Full Post »

queijo suíço…

…ou eu caí no conto do encanador.

Há quase 3 semanas mostrei os primeiros buracos no teto do meu banheiro.
O que aconteceu neste meio tempo?

olha só como eu cresci!
é o mesmo? Não este é o do outro banheiro. Ou melhor, os buracoS do outro banheiro.
“Miraculosamente” os buracos aumentaram, a água agora cai constantemente a ponto de encher uma bacia por noite neste cômodo além de uma propagação de buracos – e pingos – para outro banheiro meu. Não é fantástico?
A poesia de um único pingo d´água caindo na bacia (foto1) e de muitos (foto 2).
Detalhe: toda esta água caiu em somente 10 horas. O pano na bacia é para tentar minimizar o barulho de “pin, pin, pin,…” durante a noite…

Quando os primeiros sinais de umidade apareceram e assim que constatamos que o problema não estava sob meu IPTU, contatei meu vizinho de cima para resolvermos tudo de forma conjunta e correta.
Sinais de que a vaca caminhava na direção do brejo:

1. Batente descolando da porta (e porta fora de esquadro) 2. Umidade sob os ajulezos 3. Bolhas pelo lado de fora da parede
Infelizmente caímos na mão de um encanador-enrolão.
Em quase 3 semanas este senhor só conseguiu aumentar meu problema, deixando meus tetos abertos como uma porta estendida com tapete vermelho para a entrada cheiro de esgoto nos dois banheiros enquanto que no andar superior – causa da minha cachoeira – ele apenas rejuntou o vaso sanitário e o bidê e tirou uns cabelos do ralo. Não é de matar?
Eu já tinha sentido um cheiro ruim – desta vez no sentido figurado – quando mostrei a planta de hidráulica do apartamento e percebi que ele não sabia interpretá-la. Mas dei um voto de confiança pois o senhor poderia não ser um técnico, mas ter uma grande bagagem experimental que o habilitasse para a execução do trabalho. Ledo engano.
O pior é que não é má vontade do meu vizinho – ele é uma ótima pessoa e está super interessado em resolver o problema – o ponto é que ele nunca está no apartamento para pressionar o tal encanador.
Veja como é a lógica invertida: como o senhor-enrolão é pago pelo meu vizinho, ele não quer disturbar sua fonte pagadora com medo de que seus honorários sejam reduzidos.
Além disto, o digníssimo senhor encanador faz preços de acordo com a cara da pessoa deixando explícito que ” se for para você o preço é X, se for do vizinho o preço é Y, se for problema do condomínio, vocês não precisam se preocupar!” Como se as contas do condomínio não fossem divisões entre os moradores e não caíssem no meu bolso também – fico para morrer com isto.
Tenho tudo comprovado em números. Para fechar o teto de um dos banheiros senhor-enrolador pediu R$ 700,00. Tive outro orçamento, de uma pessoa que já conheço e garanto a qualidade, por R$ 300,00. Isto mesmo: MENOS DA METADE.
Para tentar solucionar o problema, adotei o apartamento do vizinho como se fosse meu, afinal o xixi dele cai sobre a minha cabeça -literalmente – e precisamos de pulso e “olho do dono engordando o porco”.
Bem, nem preciso contar que este enganador – ôps -pseudo-encanador, já foi bingado da história.
Depois de 4 orçamentos com diferentes encanadores que consumiram meu tempo e minha paciência na semana passada, fechamos com um.
Meu sexto sentido gostou dele e acenou com a cabeça.
Amanhã ele começa. Prometeu “botar prá quebrar”. Literalmente.
Tenho fé.
Preciso mesmo.
Caso contrário, saio correndo e gritando pela rua.
Se gostam deste blog, desejem-me sorte.
Se não gostam, desejem sorte também. Não fará mal à vocês nem à ninguém.
Beijoca.

Read Full Post »