Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘dracena’ Category

>broto legal

>

Olha lá a mudança de lugar da dracena ornamental fazendo efeito.
Como será que elas ficarão com estes novos brotos? (curiosidade mata ;-)

Anúncios

Read Full Post »

>ornamental

>

Neste final de semana troquei a dracena ornamental de lugar.
Na verdade, estavam sem lugar definido desde que eu descobri que o cantinho zen não era adequado para elas. Na foto original, eu tinha acabado de mudá-las para lá e não tinha me dado conta da quantidade de sol  que elas estavam expostas.
E foi aí que a equação se deu: plantas de interior quando muito expostas ao sol e claridade esturricam.
As minhas foram ficando amarelas, perdendo o viço e a graça de antes.
Tirei-as de lá. Coloquei-as na lavanderia para que não recebessem insolação direta enquanto bolava um plano de salvação.
Acho que isto durou um longo mês.
Ontem, cuidei delas com carinho.
Tirei cuidadosamente cada folha queimada e amarelada, troquei a água do vaso e posicionais as dracenas na sala, ao lado da cômoda – pois aí o sol não bate direto.
Espero que em breve elas voltem a ficar verdinhas, verdinhas,… porque, como a foto já entrega, tem dracena ornamental “prá mais de metro”.
Beijo grande

Read Full Post »

vidro reciclável

Na arrumação do canto “zen” queria vasos altos e estilosos para acomodar as dracenas ornamentais.
Já havia visto na casa da minha amiga Lala os tais vasos e tinha gostado muito.
Resolvi copiar, assim, descaradamente.
E fui às compras.
Qual foi a minha surpresa quando coloco os tais vasos no carrinho e vejo na embalagem que eles são feitos de vidro recliclado!
Adorei pela questão ecológica, obviamente, mas gostei ainda mais pelo preço: muito aquém de vasos feitos com vidro “novo”.
Viva a ecologia!
Ou melhor, viva a inteligência que une o necessário à economia;-)
Beijocas
PS: Repararam como as dracenas cresceram e se multiplicaram em apenas 16 meses? E olha que tudo começou com um pequeno galho que ganhei…

Read Full Post »

vidro reciclável

Na arrumação do canto “zen” queria vasos altos e estilosos para acomodar as dracenas ornamentais.
Já havia visto na casa da minha amiga Lala os tais vasos e tinha gostado muito.
Resolvi copiar, assim, descaradamente.
E fui às compras.
Qual foi a minha surpresa quando coloco os tais vasos no carrinho e vejo na embalagem que eles são feitos de vidro recliclado!
Adorei pela questão ecológica, obviamente, mas gostei ainda mais pelo preço: muito aquém de vasos feitos com vidro “novo”.
Viva a ecologia!
Ou melhor, viva a inteligência que une o necessário à economia;-)
Beijocas
PS: Repararam como as dracenas cresceram e se multiplicaram em apenas 16 meses? E olha que tudo começou com um pequeno galho que ganhei…

Read Full Post »

dracena

Bom dia a todos!
Esta semana poderia ser chamada de “DECORACASA Responde”…bem, estou organizando algumas perguntas que recebi por email e considero mais fácil serem respondidas pelo blog, com imagens e organização.

Vamos lá!

Gil, de São Paulo, pergunta:

“Oi Flávia,

Pesquisei sobre Dracena e encontrei sei site, adorei. Me falaram que a dracena quando plantada direto no jardim as raízes se multiplicam muito e acabam “ invadindo” todo o terreno e até destruindo canos e pisos, isto é verdade? Pois tenho uma dracena em casa e estou com receio de que tenha problemas futuros. Será que preciso transferi-la para um vaso?? Abraços,Gíl”

Gil,
como lhe falei anteriormente, eu nunca havia ouvido nada contra as raízes da dracena (ao contrário do que se ouve quando falamos em fícus e chefleras).
Pesquisando mais a fundo, descobri que as dracenas são plantas de crescimento lento e que suas raízes tendem a contornar os obstáculos, e não derrubá-los.
Antigamente elas estavam em quase todos os jardins, mas agora, aos poucos, voltam com tudo – principalmente algumas espécies.
Elas têm boa durabilidade e se adaptam bem, tanto na terra, quanto na água.
Por este motivo, deixe sua dracena onde ela está. Nada de aflição à toa ;-)
Abaixo coloco uma seleção de algumas espécies de dracena e como curiosidade, a foto de uma dracena de 1000 anos que está nas ilhas Canárias (esta sim, gigantesca!)
Beijoca!

Cordyline terminalisCoqueiro-de-vênus, cordiline, dracena-vermelha
Família das liliáceas
Origem: Ásia, Índia e Polinésia.
Porte: arbusto de até 3 metros
Flores: insignificantes
Propagação: por estaquia de galhos e sementes

Nome popular: dracena, dracena de vênus ou coqueiro de vênus
Origem: África
Porte: pode atingir 6m de altura
Flores: inflorescências terminais, espigadas bastante perfumadas
Cultivo: em canteiros isolados ou como cerca-viva
Solo: arenoso
Clima: quente e úmido
Luminosidade: meia sombra ou sol pleno
Irrigação: freqüente
Dificuldade de cultivo: fácil
Adubação: use NPK rico em N anualmente
Curiosidade: os seguimentos em tronco, quando colocados em pratos com água, brotam com facilidade, por isso são popularmente chamados de paus d’água.
Fonte: Paisagismo Brasil

Dracena sanderiana – também conhecida (e utilizada) como bambu da sorte

Dracena Árborea (solução super bacana para interiores)

Super Dracena de 1000 (será?) anos (eles que falam isto)

Read Full Post »

dracena

Bom dia a todos!
Esta semana poderia ser chamada de “DECORACASA Responde”…bem, estou organizando algumas perguntas que recebi por email e considero mais fácil serem respondidas pelo blog, com imagens e organização.

Vamos lá!

Gil, de São Paulo, pergunta:

“Oi Flávia,

Pesquisei sobre Dracena e encontrei sei site, adorei. Me falaram que a dracena quando plantada direto no jardim as raízes se multiplicam muito e acabam “ invadindo” todo o terreno e até destruindo canos e pisos, isto é verdade? Pois tenho uma dracena em casa e estou com receio de que tenha problemas futuros. Será que preciso transferi-la para um vaso?? Abraços,Gíl”

Gil,
como lhe falei anteriormente, eu nunca havia ouvido nada contra as raízes da dracena (ao contrário do que se ouve quando falamos em fícus e chefleras).
Pesquisando mais a fundo, descobri que as dracenas são plantas de crescimento lento e que suas raízes tendem a contornar os obstáculos, e não derrubá-los.
Antigamente elas estavam em quase todos os jardins, mas agora, aos poucos, voltam com tudo – principalmente algumas espécies.
Elas têm boa durabilidade e se adaptam bem, tanto na terra, quanto na água.
Por este motivo, deixe sua dracena onde ela está. Nada de aflição à toa ;-)
Abaixo coloco uma seleção de algumas espécies de dracena e como curiosidade, a foto de uma dracena de 1000 anos que está nas ilhas Canárias (esta sim, gigantesca!)
Beijoca!

Cordyline terminalisCoqueiro-de-vênus, cordiline, dracena-vermelha
Família das liliáceas
Origem: Ásia, Índia e Polinésia.
Porte: arbusto de até 3 metros
Flores: insignificantes
Propagação: por estaquia de galhos e sementes

Nome popular: dracena, dracena de vênus ou coqueiro de vênus
Origem: África
Porte: pode atingir 6m de altura
Flores: inflorescências terminais, espigadas bastante perfumadas
Cultivo: em canteiros isolados ou como cerca-viva
Solo: arenoso
Clima: quente e úmido
Luminosidade: meia sombra ou sol pleno
Irrigação: freqüente
Dificuldade de cultivo: fácil
Adubação: use NPK rico em N anualmente
Curiosidade: os seguimentos em tronco, quando colocados em pratos com água, brotam com facilidade, por isso são popularmente chamados de paus d’água.
Fonte: Paisagismo Brasil

Dracena sanderiana – também conhecida (e utilizada) como bambu da sorte

Dracena Árborea (solução super bacana para interiores)

Super Dracena de 1000 (será?) anos (eles que falam isto)

Read Full Post »

Bom dia! Tudo bem com vocês?

Em abril eu tinha publicado um post comentando sobre alguns “sintomas alienígenas” de algumas orquídeas aqui de casa que se revelaram em novas plantas.
Passados todos estes meses, elas estão aí, pequenas orquídeas, querendo cuidados para nos brindarem com muitas flores quando crecerem. É o milagre da vida. Afinal, as plantas também querem crescer e se multiplicar como atestam as fotos desta suculenta e da dracena ornamental.
Para quem as cultiva, é bacanérrimo!
Pois atestam que os cuidados estão sendo feitos de modo correto e representam uma economia no bolso. Tudo de bom, não é mesmo?
Beijocas!

Read Full Post »

Older Posts »