Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \31\UTC 2009

nigella em casa

Anúncios

Read Full Post »

nigella em casa

Read Full Post »

mezzaluna

E daí que ontem foi um dia caseiro, daqueles domingos que eu adoro.

Começamos com um programa bem paulistano: café da manhã na padaria com pão na chapa, pães de queijo e muitos cachorros passeando pela rua para a alegria dos meus filhos. A sogra foi convidada e muito bem vinda. Também veio a pé porque está a dois quarteirões de distância da minha casa.
Da padoca voltamos para casa. Brincadeiras mil com as crianças, uma sessão de Encantada – para mim o melhor conto de fadas de todos os tempos – e fomos ficando, ficando… delícia.
Mas a geladeira estava vazia.
E quando isto acontece sempre recorro ao risoto – pela facilidade e imenso prazer que tenho em prepará-lo. Desta vez a Rita me emprestou a receita online.E no meio dos preparativos usei o que eu mais gosto.
A mezzaluna.
Esta faca semi circular, com um nome romântico para mim faz toda a diferença. Pica a cebola, o manjericão, o tomate seco e o que mais for de modo divertido, quase lúdico.
E assim fica pronto o prato com cor, aroma e sabor. A toast!

E no fundo da foto a confissão de que me rendi ao baleiro porta temperos. Amei!

Beijoca

Read Full Post »

mezzaluna

E daí que ontem foi um dia caseiro, daqueles domingos que eu adoro.

Começamos com um programa bem paulistano: café da manhã na padaria com pão na chapa, pães de queijo e muitos cachorros passeando pela rua para a alegria dos meus filhos. A sogra foi convidada e muito bem vinda. Também veio a pé porque está a dois quarteirões de distância da minha casa.
Da padoca voltamos para casa. Brincadeiras mil com as crianças, uma sessão de Encantada – para mim o melhor conto de fadas de todos os tempos – e fomos ficando, ficando… delícia.
Mas a geladeira estava vazia.
E quando isto acontece sempre recorro ao risoto – pela facilidade e imenso prazer que tenho em prepará-lo. Desta vez a Rita me emprestou a receita online.E no meio dos preparativos usei o que eu mais gosto.
A mezzaluna.
Esta faca semi circular, com um nome romântico para mim faz toda a diferença. Pica a cebola, o manjericão, o tomate seco e o que mais for de modo divertido, quase lúdico.
E assim fica pronto o prato com cor, aroma e sabor. A toast!

E no fundo da foto a confissão de que me rendi ao baleiro porta temperos. Amei!

Beijoca

Read Full Post »

domingo florido

Read Full Post »

domingo florido

Read Full Post »

orquídeas poás?

Querida escreve perguntando sobre sua orquídea. Respondi e pedi licença para publicar a resposta aqui. Ela, muito generosa, deixou pois desta forma poderíamos ajudar mais alguém.
Então, segue o “causo”:

“Oi Flá!!!!!!

Bom, tô mandando as fotos da minha orquidea!!

Tão tristinha…pois essa é uma muda que ganhei de presente de um grande amigo, há 2 anos, e ela sempre me presenteia com lindas flores!!

Dessa vez não foi diferente, mas depois de um tempinho ela ficou assim!Não sei se muita chuva em cima dela, fez com que acontecesse isso!

Help me , Flá!

rsrs

Bjo grandão!”

“Lú,
é chuva sim.
A maioria das orquídeas não aguenta pingos de chuva em suas flores – exceção as da espécie Vanda.
Foram os pingos que deixaram as flores cheias de poás.
Para prevenir isto assim que a planta lançar seus brotos proteja-os com um saco plástico aberto dos dois lados.
Se as folhas estão ok, verdes, viçosas e firmes não há porque se preocupar.
E porque os poás não ocorrem na natureza?
Porque em geral estas plantas estão apoiadas em árvores e assim protegidas da “agressividade” dos pingos de chuva pelas copas das mesmas que diluem a água ;-)
Um beijo
Flá”
Seguindo no mote orquídeas, mais dicas aqui!
Um beijo grande desejando um maravilhoso final de semana!

Read Full Post »

Older Posts »